Conheça a uva Cabernet Sauvignon

Nada mais gostoso do que começar falando sobre uma das favoritas, a Cabernet Sauvignon. Ela foi criada a partir de um cruzamento entre a Cabernet Franc e a Sauvignon Blanc enquanto eram plantadas no mesmo vinhedo. Isso explica o por que muitas vezes conseguimos sentir o aroma dos dois tipos de uva na Cabernet Sauvignon!

A uva é conhecida por ser a mais cultivada do mundo, apesar de ser uma das mais recentes também. Após tantos anos servindo como a potência de Bordeaux, na França, e criando blends invariáveis, a uva expandiu para outros países, como a Califórnia, onde é misturada com outras uvas para criar outros blends e também vinhos varietais.

cabernet_sauvignon

Imagem: winefolly.com

Por que é tão renomada?

A Cabernet Sauvignon tornou-se uma das uvas mais renomadas do mundo por causa da sua versatilidade. A uva produz um vinho que é unicamente Cabernet, com sabores frutuosos que variam entre os de groselhas e charuto. Além dos seus atributos, o vinho carrega uma identidade “vintage” com técnicas de vinificação diferenciadas e um terroir que complementa o seu cultivo.

Porém, por ser uma uva tão poderosa possui uma certa necessidade de ser cultivada em climas quentes, pois é uma uva de amadurecimento tardio e se cultivada em climas muito frios as vezes não consiga chegar à maturidade necessária para colheita.

Graças a concentração de ácido carbônico na uva, a Cabernet Sauvignon tem a capacidade de produzir vinhos profundamente vermelhos purpura com longo tempo de maceração e um envelhecimento de longo prazo. A casta tem o envelhecimento em garrafa como um dos que mais eleva as características do seu vinho, e ao longo dos anos tem encontrado uma enorme afinidade com o carvalho.

A uva é cultivada em diversos países como na China, Austrália, Africa do Sul, Chile, Argentina, Estados Unidos, França, Itália, e na Espanha, com um total de 717,000 hectares de plantações ao redor do mundo.

Paladar

A Cabernet Sauvignon é diferenciada por três razões: sua uva pequena, sua polpa volumosa e a sua casca grossa, criando um cacho de uvas distintamente azuis, ao invés de ser vermelha ou roxa. A sua grainha, ou semente, contribui ao seu nível alto de tanino e a sua casca grossa é responsável pela sua cor profunda, assim como o vinho também apresenta uma acidez média e é muito encorpado.

Os aromas dos vinhos derivados da Cabernet Sauvignon lembram os de blackberry, cassis, e chocolate quando cultivadas em climas mais quentes e aromas de ervas, cedro e pimentão vermelho em climas mais frios. Assim como os seus aromas, os sabores também variam dependendo da região em que a uva foi tratada. O teor alcoólico dos vinhos são médios e a uva combina bem com Tempranillo, Merlot, Cabernet Franc e Syrah para blends.

O vinho harmoniza mais com carnes curadas ou vermelhas e queijos fortes tipo parmesão, gorgonzola, gouda e pecorino. Para a sua melhor degustação, o vinho é servido em taças maiores para que as características do vinho sejam elevadas. Assim como muitos vinhos, o vinho Cabernet Sauvignon é melhor servido em temperatura ambiente e pode ser guardado por até 10 anos.

 

uva- cabernet -sauvignon gb vinhos

Imagem: Wikipedia

Para experimentar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *