Conheça a uva Malbec

Hoje, muito popular na Argentina, a uva Malbec nem sempre teve esse nome. Era conhecida como Cot ou as vezes Auxerrois. Quando a uva tomou o nome Malbec a sua fama cresceu significativamente e também fez com que seu cultivo aumentasse na França, tendo hoje mais de 100 mil hectares ao redor do mundo.

O vinho da uva Malbec tem sido um tanto quanto ofuscado pelas uvas Cabernet Franc e Sauvignon. Por causa da sua pouca resistência a climas mais frios, os atributos da uva perdem um pouco da sua identidade, por isso perdeu um pouco sua popularidade na Europa.

malbec

Imagem: Wine Folly

Fatos Sobre a Uva Malbec

Dentre suas variações, a uva Malbec usa diferentes nomes dependendo de onde está sendo cultivada. Com isso, a uva também precisa seguir diferentes regulamentações de acordo com a região onde está. Por causa de regulamentações da AOC, Apellation D’Origina Contrôlée, em Cahors, na França, as uvas Malbec precisam fazer parte de 70% do vinho para que ele seja aprovado. A porcentagem varia de região em região.

Em climas frios, a Malbec é as vezes caracterizada como uma Merlot mais rústica e com menos longevidade. Como foi dito antes, em climas frios a uva perde um pouco das suas características e pode sofrer muito com geadas da primavera e se a temperatura estiver muito fria a uva muitas vezes não consegue se desenvolver

Paladar

A uva é conhecida por sua cor roxa profunda e por isso é conhecida na Europa como o vinho negro, ou “The Black Wine”. Por causa do seu sabor mais frutado e o final esfumaçado, o Malbec é visto com uma alternativa mais em conta de um Cabernet Sauvignon ou Syrah. O vinho tem aromas e sabores de frutas negras como ameixa, mirtilo, amora, e também tem o toque de outros como chocolate, café, couro, pimenta do reino e entre outros.

A Malbec produz um vinho com a acidez e taninos de nível médio e pode ser guardado em temperaturas em torno de 21°C.

Quando cultivadas em terroirs de elevações mais baixas a uva tem dificuldades de desenvolver sua acidez, o que impede a uva de criar um vinho que tenha uma longevidade maior. Já em maiores terroirs mais elevados, a uva produz vinhos mais ácidos.

Para a melhor harmonização com um belo Malbec, temos algumas dicas! O Malbec não é um vinho que fica muito tempo na boca, e por isso cai bem com carnes vermelhas mais magras, mas também combina muito bem com sabores mais fortes e rústicos como o queijo Roquefort e cogumelos. É sempre bom ficar longe de pratos mais amargos, pois o vinho irá ficar mais amargo também.

malbec

 

Sugestões da Casa:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *